7 dicas de como economizar energia elétrica em restaurantes

Atualmente, a tarifa de energia elétrica é alvo frequente de reajustes. Restaurantes, deliverys e empresas do ramo tornaram este custo uma importante preocupação no orçamento. Reduzi-la requer agir de forma inteligente e analítica. A equipe Suitable criou um guia rápido com 7 práticas eficazes para alcançar este objetivo em seu restaurante.

Dica 1 - Inicie com vistoria nas instalações

Mesmo adotando práticas para redução do consumo, muitos restaurantes não alcançam uma economia satisfatória. A razão pode estar na condição das instalações. Pontos mal isolados, fiação antiga, tomadas, interruptores e disjuntores instalados em desconformidade, geram desperdício.

Sugestão

  1. Contrate um profissional especializado para realizar uma vistoria;
  2. Solicite uma medição das cargas para definir demanda dos equipamentos;
  3. Caso inadequada, o técnico deve redimensionar as instalações, para atender a demanda dos equipamentos;

Dica Suitable

O dimensionamento correto da seção do condutor ou seja a ‘’ escolha da bitola do fio’’ evita seu superaquecimento. Além de gerar desperdício, reduz a vida útil do equipamento, pode causar acidentes e provocar incêndios.

Dica 2 - Opte pela melhor tecnologia

Avanços tecnológicos em equipamentos e materiais, surgem como principal aliado do restaurante para reduzir consumo;

Sugestão

  1. Substitua a iluminação convencional por luminárias LED, além de elevada durabilidade, a economia é surpreendente;
  2. Na compra de materiais, busque por qualidade. Instalações elétricas representam 5% no valor total da estrutura;
  3. Substitua equipamentos antigos de consumo elevado, por modernos com baixo consumo comprovado pelo selo de eficiência PROCEL;

Dica Suitable

Prefira a tecnologia ‘’inverter’’ oferecida nos equipamentos. Ela alcança a temperatura desejada mais rápido e ajusta automaticamente conforme a necessidade.

Dica 3 - Adapte a estrutura do local

Modificações na estrutura planejadas de forma adequada, impactam positivamente na conta de luz do restaurante.

Sugestão

  1. Planeje a ventilação natural dos ambientes, talvez precise remover paredes, ou substituir janelas pequenas por maiores, porém o consumo com ar-condicionado diminui;
  2. Escolha cores claras caso esteja planejando pintar paredes, elas podem manter o ambiente iluminado naturalmente com a luz solar;
  3. Contrate um profissional para dimensionar o número e a disposição ideal das lâmpadas dos ambientes;
  4. Evite lâmpadas incandescentes em ambientes com ar-condicionado, pois aumentam a temperatura;
  5. Instale cortinas de ar em portas que ficam abertas durante o funcionamento e sensores de presença em locais de permanência rápida. Considere adotar um sistema de energia solar fotovoltaica, capaz de gerar eletricidade captando radiação solar.

Dica Suitable

Promova o isolamento térmico natural do ambiente, diminuindo a utilização do ar-condicionado. Existem tintas no mercado com essa capacidade. Até posicionando plantas em locais específicos e cortinas ou películas nas janelas contribui para controlar a temperatura.

Dica 4 - Organize o ambiente de produção

A cozinha é responsável pela criação do produto, e grande responsável pelo valor final da fatura.Uma solução simples e de baixo custo, é criar um layout que promova a disposição dos equipamentos, mobiliários e áreas de circulação, de forma influente na redução do consumo, e ainda agilize a produção.

Sugestão

  1. Evite instalar equipamentos elétricos em locais com incidência de raios solares, principalmente o ar-condicionado;
  2. Mantenha freezers e refrigeradores afastados uma distância mínima de 15cm das paredes;
  3. Jamais ligue diversos aparelhos na mesma tomada, principalmente os de potência elevada. Evite o uso da extensão elétrica e do "T".
  4. Confira se as tomadas estão dimensionadas de adequadamente para atender os equipamentos;
  5. Não obstrua saídas de ar de um equipamento, com a localização de outro;

Dica Suitable

Equipamentos refrigeradores devem ficar afastados de fogões, fornos e outros que irradiam calor.

Dica 5 - Otimize e faça manutenção nos equipamentos

Neste ponto você já percebeu que na guerra contra o desperdício de energia, o inimigo principal do restaurante são seus equipamentos.

Ar-condicionado

  • Limpe periodicamente os filtros, sujos eles impedem a circulação do ar forçando o aparelho;
  • Não esqueça os dutos de água, entupimentos forçam o equipamento a trabalhar mais;
  • Utilize a função ‘’ ventilar’’ em dias frios;

Geladeiras e Freezers

  • Faça periodicamente o degelo, o acúmulo gera desperdício;
  • Verifique borrachas de vedação;
  • Para os com termostato, observe variações de temperatura em um mesmo período, isso indica problemas com motores ou filtros;

Computadores

  • Não deixe impressoras, roteadores, estabilizadores e caixas de som ligados sem necessidade;
  • Nos intervalos de atendimento, ou pausas no trabalho, desligue a tela. Em pausas prolongadas desligue o totalmente;
  • Opte pelo notebook ao desktop na hora da compra;
  • Programe a tela do computador para desativar automaticamente em períodos inativos;

Dica 6 - Implante uma cultura de hábitos

Implantar práticas para reduzir o consumo de energia no restaurante não é tarefa apenas do proprietário.Todos devem adotar hábitos que colaborem. São medidas simples de seguir se estimuladas. Confira!

Sugestão

  1. Controle a temperatura dos refrigeradores adequadamente com a temperatura do ambiente, e com a quantidade de itens armazenados;
  2. Quando possível utilize os ventiladores ao invés do condicionador de ar;
  3. Mantenha a temperatura do ar-condicionado em 23º graus;
  4. Aparelhos em Stand by devem ser desconectados da tomada;
  5. Não coloque pratos com alimentos quentes na geladeira;
  6. Evite deixar a porta do forno aberta ou abrir para espiar o preparo, utilize a luz interna do forno;
  7. Lembre-se de pré-aquecer o forno. Planeje receitas para assar 2 pratos ao mesmo tempo e um após o outro evitando pré-aquecer novamente;

Dica Suitable

O proprietário pode eventualmente se ausentar, logo quem estará no controle de situações é a equipe. Ela poderá tomar decisões próprias, talvez um garçom com calor diminua a temperatura do ar-condicionado. Escolha uniformes confortáveis de acordo com a estação. Melhorando condições de trabalho, evita-se situações semelhantes.

Dica 6 - Defina metas e um responsável

Reduzir o valor da conta, exige supervisão e liderança para acontecer. Ao definir metas, inicie com um valor baixo a curto prazo enquanto implanta mudanças, e aumente gradativamente.Escolha alguém para supervisionar a equipe, e responsável por apagar luzes, monitorar freezers para não acumular gelo e fechar cortinas evitando o sol.

Sugestão

  1. Controle a temperatura dos refrigeradores adequadamente com a temperatura do ambiente, e com a quantidade de itens armazenados;
  2. Quando possível utilize os ventiladores ao invés do condicionador de ar;
  3. Mantenha a temperatura do ar-condicionado em 23º graus;
  4. Aparelhos em Stand by devem ser desconectados da tomada;
  5. Não coloque pratos com alimentos quentes na geladeira;
  6. Evite deixar a porta do forno aberta ou abrir para espiar o preparo, utilize a luz interna do forno;
  7. Lembre-se de pré-aquecer o forno. Planeje receitas para assar 2 pratos ao mesmo tempo e um após o outro evitando pré-aquecer novamente;

Dica Suitable

Como reduzir a conta de energia em seu restaurante, envolve detalhes, e números facilitam. Um bom software de gerenciamento de restaurantes informa em que dias um produto vendeu mais. Imagine que aos finais de semana a venda de bebidas triplique e necessite 3 freezers, mas durante a semana diminua. O controle de estoque define quantos freezers utilizar de segunda a sexta (considere 2), ao final do expediente domingo, 1 é desativado.

Gostou das dicas de como reduzir o consumo de energia em restaurantes? Mande sua opinião ou diga sobre o que você gostaria de ler no blog!