5 dicas para reduzir os custos no seu restaurante ou delivery

O primeiro passo para aplicar uma gestão visando reduzir custos em restaurantes, deliverys, food trucks e demais empresas do ramo da alimentação, é identificar e definir o que são custos, e o que se enquadra como despesa nos processos utilizados. De forma simplificada define-se:

Custos: Estão ligados ao produto ou serviço que o restaurante oferece, ou seja a aquisição da matéria-prima e ao processo para criá-lo. Uma forma de definir um custo é supor eliminá-lo e verificar se afetaria a produção ou qualidade do produto, caso sim, é custo. Custos podem ser fixos (não alteram conforme a produtividade), ou variáveis (variam com a produtividade). Matéria-prima, mão de obra, depreciação de equipamentos e impostos, são exemplos de custos.

Despesas: São valores para manter o funcionamento do restaurante, e caso eliminadas não interferem no que é comercializado. Também podem ser fixas (previstas e ocorrem em intervalos), ou variáveis (não previstas no orçamento). São exemplos valores referentes a horas extras, internet, contratações eventuais e marketing.

Importância: pois através deles se define o custo de produção, preço final, produto mais rentável e possível especialidade do restaurante, bem como margem de lucro, sistema tributário e o faturamento do restaurante. A equipe Suitable, selecionou 5 práticas eficazes para vencer o desafio da redução de custos enfrentado diariamente por restaurantes.

Dica 1 - Utilize um software de gestão confiável

Adotar um software de gestão específico do ramo, com recursos que atendem as finalidades do restaurante de maneira confiável e eficiente, é uma forma rápida e eficaz de reduzir custos. O sistema irá mapear gastos desde os menores, aos que pesam no orçamento, apontando onde são gerados. A implantação do software ainda otimiza processos utilizados no restaurante pois ele pode:

  1. Identificar produtos com baixo giro que aumentam o custo do estoque sem necessidade;
  2. Reduzir ou até mesmo eliminar erros na produção devido ao método como são realizados pedidos;
  3. Diminuir custos operacionais e com mão de obra;
  4. Agilizar o atendimento;
  5. Controlar com precisão o fluxo de caixa;
  6. Controlar o estoque indicando o volume de vendas e gastos com matéria-prima;

Dica 2 - Adote práticas sustentáveis

Sustentabilidade pode sugerir o proprietário, práticas para colaborar com a preservação do meio ambiente. Além deste importante fator, também são formas inteligentes de utilizar recursos próprios, sem desperdícios. Como exemplo de práticas sustentáveis temos:

  1. Usar a Água de Maneira Consciente: Restaurantes consomem grandes volumes diariamente, a economia impacta no orçamento e é fator de responsabilidade socioambiental que deve ser respeitado. Algumas formas de como economizar água em restaurantes incluem orientar a equipe sobre o cuidado com torneiras pingando, instalar torneiras com temporizador e descargas inteligentes ou até um sistema de captação da água da chuva para limpeza de áreas externas, veículos e outras atividades;
  2. Reduzir o Consumo de Energia Elétrica: Alguns restaurantes optam por sistemas de energia solar fotovoltaica, que gera eletricidade através da radiação solar. O custo é alto porém futuramente compensável, outros adotam equipamentos com selo de eficiência PROCEL. Como reduzir o consumo de energia elétrica no seu restaurante, vai de substituir lâmpadas comuns pelas de LED, a contratar uma vistoria nas instalações do restaurante
  3. Controle de Estoque: Fundamental para evitar o desperdício de alimentos e dinheiro
  4. Reaproveitamento de Alimentos: Usar o alimento totalmente, pode ser fácil se houver criatividade. Sementes podem ser usadas como complemento para saladas e algumas partes das frutas como sobremesa;

Dica 3 - Monitore e gerencie o desperdício de alimentos

Essa prática passa pelo gerenciamento do estoque, e reflete na redução de custos. Um software de gestão especifico para restaurantes é novamente a dica ideal para criar uma estratégia de como determinar o tamanho do estoque. É importante definir quem será o responsável por decidir o alimento que será descartado ou reaproveitado. O proprietário deve responsabilizar de preferência uma só pessoa, de capacidade comprovada para a tarefa. Oriente a equipe para ao armazenar alimentos, deixar os com prazo de validade próximo do vencimento a frente dos demais para que sejam utilizados primeiro. Defina o tamanho das porções oferecidas, bem como padronizar receitas respeitando as quantidades ao preparar.

Dica 4 - Faça a equipe comprar sua idéia

Reduzir custos de um restaurante não é possível apenas com o esforço do proprietário. E fundamental que a equipe mude, otimize hábitos e se comprometa com resultados positivos. Convoque uma reunião para expor as ações que serão adotadas para reduzir custos e desperdícios no restaurante, desde as impactantes, até as que parecem não influenciar, mas quando acumuladas tornam-se custo elevado no orçamento. Seja claro e motive a execução das ideias. Apresente a importância dentro do novo objetivo que visa o futuro do negócio. O sucesso do restaurante será consequentemente da equipe. Permita que opinem a respeito e ofereceram sugestões para contribuir. Questione os hábitos atuais, e oriente como aplicar os novos.

Dica 5 - Invista no marketing digital

Investir pode soar inadequado para práticas de redução. Porém tornar seu restaurante financeiramente um sucesso, exige aumentar o volume de vendas. Não se pode errar na escolha do método que será utilizado para alavancar as vendas. Quando se está adotando uma cultura de redução de gastos, este erro pode definir o resultado. O marketing digital surge como forma eficaz e de baixo custo para divulgação do que seu estabelecimento oferece, com um pouco de esforço e criatividade é possível colher resultados surpreendentes. Inicie criando uma página no Facebook para o restaurante, pode demandar tempo, mas o custo é praticamente zero. Existe uma grande quantidade de material gratuito na internet, para utilizar criando campanhas de e-mail, promoções para divulgação em redes como Instagram e envio via whatsapp para clientes. É possível ainda encontrar materiais com instruções de criação e uso do marketing digital.

Gostou das dicas de como reduzir o consumo de energia em restaurantes? Mande sua opinião ou diga sobre o que você gostaria de ler no blog!